BLOG - #brsinforma

blog image

Não é segredo que diversos mitos rondam a energia solar fotovoltaica. Anteriormente em nosso artigo, O que você tem que saber sobre eletricidade solar, esclarecemos alguns pontos importantes, porém ainda nos deparamos com muitas dúvidas de pessoas que nos procuram. Logo, produzimos este texto com mais 4 mitos, a fim de sanar estes equívocos.

 

1- Placas chinesas são ruins.

 

Errado! A tecnologia incorporada nas placas solares é de origem alemã, com quase 1 século de aperfeiçoamentos e está em todos módulos fotovoltaicos do mercado. A organização industrial atual, em todo mundo, faz com que a produção de quase todas as placas passe pela Ásia (China, Taiwan, etc.), com intuito de reduzir os custos e que o preço fique competitivo, independente de sua marca (Canadian, BLD, Talesun, Jinko, etc.), afinal isso ocorre com vários produtos, não sendo exclusivo de módulos fotovoltaicos.

 

Um ponto a se atentar, no quesito qualidade, diz respeito aos selos de qualidade internacionais, pois ele que ditam se os módulos passaram nos principais testes e se enquadram nos melhores padrões (geração, resistência, etc.), como mostramos neste artigo.


 

2 - Sua conta é zerada

 

Errado! A distribuidora de energia cobra um consumo mínimo de energia, o que chamamos de tarifa mínima, relativo às manutenções na rede e iluminação pública. Para as redes monofásicas este consumo é de 30 kWh por mês, para as bifásicas é de 50 kWh e as trifásicas de 100 kWh, variando os valores a serem cobrados de acordo com a tarifa de energia de sua distribuidora e as bandeiras tarifárias.

 

Pensando assim, ao negociar um sistema gerador, se o intuito for reduzir o seu consumo para a tarifa mínima, a potência de geração do sistema deve ser calculada levando em consideração a sua média anual subtraindo este consumo obrigatório. A menos que você queira ter uma “folga” na geração, não faz sentido um sistema que abata completamente seu consumo baseado somente na média, pois você somente acumularia créditos junto a distribuidora, não fazendo diferença no valor final da conta de energia.


 

3 - As placas de mesma potência tem praticamente a mesma geração.

 

Sim! Se você está negociando um sistema com mais de uma empresa e se deparou com duas propostas com placas de mesma potência mas em quantidade diferente, fique atento!

 

O processo de fabricação da placas solares é altamente mecanizado e padronizado, logo a eficiência de geração dos módulos que contém os selos de certificações internacionais e que são de mesma potência e tecnologia (monocristlinas ou policristalinas), independente da marca, são bastante próximas.

 

Outro ponto que pode fazer diferença é a tecnologia empregada para dimensionar o seu sistema. Indague sobre os softwares utilizados, confiabilidade da base de dados empregada nas simulações, sobre o mapeamento do telhado, etc. Quanto mais preciso melhor, pois você está fazendo um investimento para vários anos e uma pequena diferença nos cálculos pode levar a grandes diferenças de economia ao longo desses anos!

 

4 - Energia solar é cara e não cobre os custos.

 

Errado! Atualmente nos deparamos com aumentos constantes nas contas de energia, bandeiras tarifárias e reajustes que cada vez mais impactam no bolso. Situações como essa ajudam a pagar seu investimento na geração solar de energia, ou seja, seu payback diminui à medida que as contas aumentam.

 

A matemática é simples: vamos supor que você paga R$ 500,00 de energia consumida e daqui 3 meses estaria pagando R$ 700,00, porém neste intervalo foi instalado um sistema fotovoltaico. O payback que foi pensado inicialmente para os R$ 500,00 agora terá mais R$ 200,00 para abater no valor total do investimento, reduzindo e muito o tempo para cobrir os gastos com seu sistema. Neste exemplo, se o payback fosse de 4 anos (um investimento de R$ 24.000,00), ele seria reduzido para 2 anos e 10 meses. Mesmo sendo uma suposição é o cenário encontrado hoje.

 

Estas são muitas das dúvidas que chegam para nós, que se referem à alguns pontos que fazem a diferença na hora de investir em eletricidade solar, pois é uma tecnologia feita para economizar por muitos anos sem dores de cabeça. Procure sempre empresas especializadas e experientes no assunto, para que seu investimento seja o melhor possível!

 

Restou alguma dúvida entre em contato com a nossa equipe!