BLOG - #brsexplica

blog image

Você sabia que consumidores de condomínios residenciais e comerciais também podem produzir eletricidade utilizando o sol? Sim, desde 2016 já é permitido tornar os condomínios mais sustentáveis e geradores de economia para os seus condôminos.  Neste texto explicaremos como isto se tornou uma realidade. 

 

Em novembro de 2015 a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) criou uma nova modalidadede geração distribuída, permitindo o compartilhamento da eletricidade gerada por um sistema por pessoas que estejam dentro da área de concessão de uma mesma distribuidora.   

 

Com a publicação da Resolução Normativa N◦ 687 - uma atualização da RN N◦ 482/2012, que estabeleceu as regras iniciais para a geração distribuida no nosso país -, a partir de março de 2016 entraram em vigor três novas possibilidades para o setor de geração distribuída, ampliando seus horizontes e dentre elas surgiu a figura do “empreendimento com múltiplas unidades consumidoras”.  

 

Esta nova modalidade pressupõe a utilização da energia elétrica de forma independente, na qual cada fração com uso individualizado constitua uma unidade consumidora e as instalações para atendimento das áreas de uso comum constituam uma unidade consumidora distinta, de responsabilidade do condomínio, da administração ou do proprietário do empreendimento, com microgeração ou minigeração distribuída. 

 

Para serem caracterizadas neste modelo, é necessário que as unidades consumidoras estejam localizadas em uma mesma propriedade ou em propriedades contíguas, sendo vedada a utilização de vias públicas, de passagem aérea ou subterrânea e de propriedades de terceiros não integrantes do empreendimento. 

 

Como exemplo é possível citar moradores de prédios residenciais ou comerciais que declarem um compromisso de solidariedade entre os integrantes e instalem um sistema de energia solar fotovoltaica no telhado da cobertura do imóvel, que gerará energia para os apartamentos (ou salas comerciais) e para a área comum. Lembramos que também é possível instalar as placas em outras áreas externas dos condomínios, como nas áreas de lazer, estacionamentos, fachadas, etc. 

 

Já pensou a quantidade de melhorias que podem ser feitas no seu condomínio com o dinheiro economizado na conta de luz? Se você se identificou com a modalidade dos empreendimentos com múltiplas unidades consumidoras, entre em contato com a BrS Energia e solicite uma proposta personalizada para o seu condomínio. Somos responsáveis por todas as etapas, do desenvolvimento à implementação e regularização do projeto para o seu condomínio.